Breves
Câmara Municipal atribui nome de José Matias a rua em Fajã: A rua José Matias foi inaugurada no final do dia desta terça-feira, 17, em ambiente de Terrenos em Somadinha à venda a partir de Novembro: Os terrenos na zona de Somadinha, à saída da cidade da Ribeira Brava, vão estar Famílias carenciadas do concelho vão poder melhorar a sua dieta alimentar através do projecto Horta : As famílias carenciadas do município da Ribeira Brava, principalmente aquelas dirigida II Semana Municipal de Educação termina com abertura solene do ano lectivo 2015/16: A II Semana Municipal da Educação terminou na sexta-feira com o acto solene de abert Decorre a II Semana Municipal da Educação no concelho da Ribeira Brava: A II Semana Municipal da Educação está a decorrer no concelho da Ribeira Br Fogo-de-artifício e muitos aplausos recebem energia 24h em Juncalinho: A ligação de energia 24h em Juncalinho foi recebida, este sábado 19, com fogo Água a domicílio em Cachaço de cima já é uma realidade: Os moradores da zona de cachaço de cima já têm água em suas casas inves Autarquia avalia estragos deixados pelo Fred e começa a acudir os mais necessitados: Depois da passagem do furacão Fred no nosso arquipélago a equipa da Câmara Mun Zona de Terra Quebrada já tem água a domicílio: A Câmara Municipal da Ribeira Brava inaugurou, na terça-feira, 25, a aduç&atil Lançada a 1ª pedra do projecto de requalificação do jardim infantil Daniel Monteiro : A Câmara Municipal da Ribeira Brava lançou esta terça-feira, dia 11, a primeir

Famílias carenciadas do concelho vão poder melhorar a sua dieta alimentar através do projecto Horta d’Casa


As famílias carenciadas do município da Ribeira Brava, principalmente aquelas dirigidas por mulheres, vão poder melhorar a sua dieta alimentar através do projecto Horta d’Casa que deverá, numa primeira fase, abarcar 50 famílias.


O projecto está virado para as famílias do meio rural de modo a proporcionar-lhes, igualmente, oportunidade de terem algum rendimento, assim como ajudar na inclusão das mulheres chefes de família tudo com o objectivo de lutar contra a pobreza no meio rural.
Basta que os interessados tenham um terreno de 200 metros quadrados nas proximidades da sua casa, e querendo, podem candidatar-se ao projecto e os contemplados terão um subsídio de água para a agricultura, sendo que a pretensão é que seja uma agricultura moderna baseada na rega gota-a-gota para produzir produtos que tenham impacto na dieta alimentar bem como na economia familiar uma vez que podem vender os excedentes e assim conseguir algum rendimento.
A edilidade pretende lançar este projecto ainda este ano e, numa fase experimental, atingir 50 famílias que vão ter um subsídio de 60 mil escudos ao ano, que comporta o pagamento de água para a rega (num total mensal nunca superior a 5 mil escudos), um kit para agricultura, seguimento de um técnico de agricultura e possivelmente de um nutricionista.