Breves
Câmara Municipal atribui nome de José Matias a rua em Fajã: A rua José Matias foi inaugurada no final do dia desta terça-feira, 17, em ambiente de Terrenos em Somadinha à venda a partir de Novembro: Os terrenos na zona de Somadinha, à saída da cidade da Ribeira Brava, vão estar Famílias carenciadas do concelho vão poder melhorar a sua dieta alimentar através do projecto Horta : As famílias carenciadas do município da Ribeira Brava, principalmente aquelas dirigida II Semana Municipal de Educação termina com abertura solene do ano lectivo 2015/16: A II Semana Municipal da Educação terminou na sexta-feira com o acto solene de abert Decorre a II Semana Municipal da Educação no concelho da Ribeira Brava: A II Semana Municipal da Educação está a decorrer no concelho da Ribeira Br Fogo-de-artifício e muitos aplausos recebem energia 24h em Juncalinho: A ligação de energia 24h em Juncalinho foi recebida, este sábado 19, com fogo Água a domicílio em Cachaço de cima já é uma realidade: Os moradores da zona de cachaço de cima já têm água em suas casas inves Autarquia avalia estragos deixados pelo Fred e começa a acudir os mais necessitados: Depois da passagem do furacão Fred no nosso arquipélago a equipa da Câmara Mun Zona de Terra Quebrada já tem água a domicílio: A Câmara Municipal da Ribeira Brava inaugurou, na terça-feira, 25, a aduç&atil Lançada a 1ª pedra do projecto de requalificação do jardim infantil Daniel Monteiro : A Câmara Municipal da Ribeira Brava lançou esta terça-feira, dia 11, a primeir

Centrado na agricultura, Dia Municipal do Emigrante contou com mais de 150 participantes

O Dia Municipal do Emigrante, efeméride comemorada a 15 de Agosto, teve como tema central a agricultura enquanto pilar da economia da ilha e do município e estiveram nas actividades realizadas pela Câmara Municipal mais de 150 emigrantes.

 


Agendadas para a véspera, ou seja, dia 14, as actividades comemorativas começaram frente à Câmara Municipal com uma pequena sessão de esclarecimentos sobre a Agência de Desenvolvimento Empresarial e Inovação (ADEI), através do seu Gabinete na ilha.
Depois a caravana partiu para a localidade de Preguiça, onde puderam visitar o ex libris da equipa camarária - a dessalinizadora - que está em fase de conclusão e que vai ser grande de valia para o município uma vez que vai aumentar a produção de água para consumo nos domicílios e libertar a água das nascentes para a prática da agricultura.
Com vista a dar a conhecer novas práticas da faina agrícola, os emigrantes visitaram empreendimentos agrícolas nas zonas do Caleijão e de Fajã, incluindo a Galeria, uma infra-estrutura que produz água para manter verde aquele que é considerado o celeiro da ilha, o Vale de Fajã.
Com o apoio da Associação Mancha Verde, os participantes também tiveram acesso a produtos transformados numa pequena exposição/venda que decorreu no Centro de Extensão Rural onde ficaram a conhecer o Centro de Transformação de Produtos, implementado pela ORAC e que teve forte colaboração da Câmara Municipal.
E se a agricultura foi o tema central das actividades do Dia do Emigrante, não se podia deixar de lado a Barragem de Banca Furado.
Assim como no ano passado, a edilidade contou com o apoio do MDR e da empresa responsável pela execução da obra que prontamente deram explicações aos emigrantes sobre a barragem e todo o impacto que terá na agricultura e consequentemente na economia local.
O dia terminou com o tradicional almoço na zona de Queimadas com música ao vivo e muita animação dos participantes que aproveitaram para “um pé de dança” ao som da rabecada de Jon Got & Banda.
O presidente Américo Nascimento não deixou de proferir algumas palavras aos emigrantes, para explicar o propósito da escolha dos lugares a visitar, pois é preciso ver a agricultura com outros olhos, já que é uma oportunidade para todos terem uma forma de rendimento, mesmo que estejam a viver fora do seu país.
Igualmente, é preciso dar a conhecer aquilo que se passa no município de modo a ter munícipes informados e conscientes do desenvolvimento do concelho.
“É preciso saber e ver com os próprios olhos aquilo que se passa, para que todos possam ver que apesar do contexto difícil, financeira e economicamente, estamos a trabalhar de forma séria e afincada para que Ribeira Brava possa acompanhar o desenvolvimento do país”, reforçou o presidente.
No final, os presentes agradeceram pelos momentos bem passados e pelo empenho da autarquia em fazer cada vez mais e melhor por Ribeira Brava.