Breves
Câmara Municipal atribui nome de José Matias a rua em Fajã: A rua José Matias foi inaugurada no final do dia desta terça-feira, 17, em ambiente de Terrenos em Somadinha à venda a partir de Novembro: Os terrenos na zona de Somadinha, à saída da cidade da Ribeira Brava, vão estar Famílias carenciadas do concelho vão poder melhorar a sua dieta alimentar através do projecto Horta : As famílias carenciadas do município da Ribeira Brava, principalmente aquelas dirigida II Semana Municipal de Educação termina com abertura solene do ano lectivo 2015/16: A II Semana Municipal da Educação terminou na sexta-feira com o acto solene de abert Decorre a II Semana Municipal da Educação no concelho da Ribeira Brava: A II Semana Municipal da Educação está a decorrer no concelho da Ribeira Br Fogo-de-artifício e muitos aplausos recebem energia 24h em Juncalinho: A ligação de energia 24h em Juncalinho foi recebida, este sábado 19, com fogo Água a domicílio em Cachaço de cima já é uma realidade: Os moradores da zona de cachaço de cima já têm água em suas casas inves Autarquia avalia estragos deixados pelo Fred e começa a acudir os mais necessitados: Depois da passagem do furacão Fred no nosso arquipélago a equipa da Câmara Mun Zona de Terra Quebrada já tem água a domicílio: A Câmara Municipal da Ribeira Brava inaugurou, na terça-feira, 25, a aduç&atil Lançada a 1ª pedra do projecto de requalificação do jardim infantil Daniel Monteiro : A Câmara Municipal da Ribeira Brava lançou esta terça-feira, dia 11, a primeir

Institucionalização do kit financeiro e reforço da mobilização social principais recomendações do Carnavaleando 2014

Ribeira Brava, 05 Nov (Inforpress) – A institucionalização do kit financeiro e uma grande mobilização social para que os integrantes do grupo co-participem financeiramente na sustentabilidade dos respectivos grupos são as principais recomendações do IV Fórum Nacional do Carnaval “Carnavaleando 2014”.

 


O evento, que reuniu representantes de 45 dos 48 grupos oficiais existentes em Cabo Verde, doze vereadores das câmaras municipais com o ministro da cultura Mário Lúcio e sua equipa, terminou hoje à noite na cidade de Ribeira Brava, em São Nicolau.
Durante quatro dias, foram realizadas várias oficinas designadamente oficinas de batucada, de maquiagem artística e caracterização, de reciclagem, de manutenção dos instrumentos de percussão e tinjidura para confecção de trajes de Carnaval.
Foram igualmente realizadas sessões de debates à volta das políticas públicas para o Carnaval, focalizadas na questão da sustentabilidade e apresentado o plano estratégico para o Carnaval de São Vicente e São Nicolau, um trabalho da ADEI, que entretanto não foi bem acolhido pelos representantes dos grupos de outros concelhos que sentiram discriminados.
Como resultado das oficinas foram realizados desfiles com batucadas pelas ruas do concelho do Tarrafal, que acolheu os primeiros dois dias do evento e também pelas ruas da Ribeira Brava, que recebeu os outros dias.
Para além da institucionalização do kit financeiro, que será uma contribuição do Governo para garantir a sustentabilidade desse produto cultural a partir de 2016, ficou assente que os participantes também devem comparticipar na sustentabilidade dos próprios grupos, através do financiamento dos seus trajes.
“Se começarmos cedo, teremos roupas a serem preparadas, desenhadas, costuradas ao longo do tempo e não vamos deixar para última da hora. Já dissemos que vamos comparticipar no que chamaríamos de traje social para as pessoas que não podem pagar, mas que podem ser incluídas na diversão”, disse o ministro Mário Lúcio, adiantando que o Governo está aberto para ouvir as propostas do grupo.
Para o Carnaval 2015 ainda vai-se atribuir o pré-financiamento já neste mês de Novembro e concluir com a entrega dos kits estaleiro e de precursão. Depois do fórum não serão aceites mais projectos para efeito de financiamento.
O Ministério da Cultura deverá realizar uma ampla campanha de sensibilização dos mecenas para financiar o Carnaval, com garantia da dedução do financiamento concedido nos impostos no Ministério das Finanças.
A realização de tournés nacionais dos grupos vencedores de cada ano com viagens custeadas pelo Ministério da Cultura e institucionalização do selo de certificação aos vídeos do Carnaval foram outros resultados desse evento promovido pelo Ministério da Cultura, em parceria com as autarquias da ilha.
Apesar de alguns problemas registados a nível logístico, o ministro Mário Lúcio Sousa considerou que o objectivo do fórum foi plenamente atingido.
Os participantes também avaliaram de forma positiva o evento, que entretanto contou com a fraca participação da comunidade local.

Fonte: Inforpress