Breves
Câmara Municipal atribui nome de José Matias a rua em Fajã: A rua José Matias foi inaugurada no final do dia desta terça-feira, 17, em ambiente de Terrenos em Somadinha à venda a partir de Novembro: Os terrenos na zona de Somadinha, à saída da cidade da Ribeira Brava, vão estar Famílias carenciadas do concelho vão poder melhorar a sua dieta alimentar através do projecto Horta : As famílias carenciadas do município da Ribeira Brava, principalmente aquelas dirigida II Semana Municipal de Educação termina com abertura solene do ano lectivo 2015/16: A II Semana Municipal da Educação terminou na sexta-feira com o acto solene de abert Decorre a II Semana Municipal da Educação no concelho da Ribeira Brava: A II Semana Municipal da Educação está a decorrer no concelho da Ribeira Br Fogo-de-artifício e muitos aplausos recebem energia 24h em Juncalinho: A ligação de energia 24h em Juncalinho foi recebida, este sábado 19, com fogo Água a domicílio em Cachaço de cima já é uma realidade: Os moradores da zona de cachaço de cima já têm água em suas casas inves Autarquia avalia estragos deixados pelo Fred e começa a acudir os mais necessitados: Depois da passagem do furacão Fred no nosso arquipélago a equipa da Câmara Mun Zona de Terra Quebrada já tem água a domicílio: A Câmara Municipal da Ribeira Brava inaugurou, na terça-feira, 25, a aduç&atil Lançada a 1ª pedra do projecto de requalificação do jardim infantil Daniel Monteiro : A Câmara Municipal da Ribeira Brava lançou esta terça-feira, dia 11, a primeir

Romance Chiquinho será adaptado para peça de teatro com actores da Ribeira Brava


O romance Chiquinho, de Baltasar Lopes, será adaptado para uma peça de teatro na qual participam actores dos grupos de teatro da Ribeira Brava, uma iniciativa Associação Artística e Cultural, Mindelact, que conta com a parceria da Câmara Municipal da Ribeira Brava.


Antes dos ensaios para a peça, decorreu, na cidade da Ribeira Brava, uma formação de teatro que segundo a encenadora Sara Estrela, teve como objectivo preparar os actores com novos métodos de trabalho.
“Dessa formação vão sair alguns actores para a montagem da peça em questão para depois começar o processo criativo e a estreia está prevista para 26 de Setembro para encerramento do Mindelact 2015”, informou a encenadora.
Depois da apresentação no Mindelact, Sara Estrela diz que o mais certo é viajar com a peça e fazer a sua apresentação em outras ilhas, à semelhança do que a Associação Artística tem vindo a fazer com outros projectos de adaptação de grandes obras da nossa literatura.
Os ensaios vão decorrer durante todo o mês de agosto e serão abertos ao público.
Ao mesmo tempo, Sara Estrela assegura que está também no terreno a recolher informações como músicas e histórias do imaginário colectivo da ilha pelo que todas as sugestões são bem-vindas para que a peça possa ser um retrato de São Nicolau e suas gentes.
Quanto ao nome da peça a encenadora diz que a proposta inicial é que seja “Como quem houve uma melodia muito triste”, a primeira frase do romance Chiquinho.